Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saber mais

Banco Best

A sua presença no mercado começou apenas em 2001, mas desde essa data que o Banco Best (BB) tem vindo crescentemente a ganhar um importante espaço no mercado nacional. Essa é uma faceta confirmada pelos bastante positivos resultados alcançados, sobretudo nos últimos cinco anos, após o reforço da estratégica comercial da instituição, incitada pelos seus accionistas maioritários.

Fundado numa acção conjunta entre Grupo Banco Espírito Santo (66%), Saxo Bank (25%) e Espírito Santo Financial Group (9%), o Banco Best, oficialmente inscrito na entidade reguladora do sector, o Banco de Portugal (BdP), como Banco Electrónico de Serviço Total S.A., conta já com uma significativa quota de mercado, particularmente no segmento empresarial, com especial participação no “mundo” online.

Sediada em Lisboa, a recém-criada empresa financeira possui uma importante ligação à Portugal Telecom, uma das accionistas capitais do BES, do qual a PT detém 1.4 por cento de capital social. Será possivelmente devido a essa aliança estratégia que tem apostado fortemente numa área de lucros (quase) garantidos, a gestão de activos de terceiros, curiosamente um sector em que o próprio Espírito Santo investiu na última década e também por isso poderá ter inclinado favoravelmente a direcção que o Banco Best definiu para o seu presente (e futuro) a curto e médio prazo.

O rumo de um banco do século XXI

Com o registo de uma vasta lista de operações online, o BB tem incidido de forma mais intensa em aspectos de Trading, Asset Management e Banking, três centros nevrálgicos no segmento em que actua, agora já munidos de ferramentas para operar através das modernas plataformas de comunicação. Entre elas encontram-se os serviços móveis, online e telefónicos, dos quais é possível usufruir na totalidade sendo cliente do Banco Best, sempre que se pretenda e a partir de qualquer lugar.

No plano existencial, o Banco Best tem a sua própria rede integrada de personal financial advisors e oito centros de investimento, não obstante dos ainda novos PFA Office, em triplicado com a marca BB em terras lusitanas, bastante acima dos recursos semelhantes detidos por alguns dos seus concorrentes mais directos.

Actualmente a instituição afirma ter uma carteira que ultrapassa os 56 mil clientes, admitindo que boa parte deles provêm directamente do grupo económico de que faz parte, o BES, embora saliente que uma considerável quota de mercado foi conseguida na sequência da aplicação do exemplo do Banco de Investimento Global (BiG), pioneiro na satisfação da procura online.

Website: www.bancobest.pt

Subscrever actualizações

rss

Comentários



AVISO:Todos os artigos publicados no blogue bancario.pt são puramente informativos e não podem ser confundidos com aconselhamento financeiro.